história

A história da Papelaria Fina Personalizada “Papel com Laços” se confunde com a minha história de vida.

Desde pequena era fascinada por papelaria. Ir a uma loja onde tivesse papéis, canetas, fitas, lápis, durex colorido, blocos e cartões era o meu passeio preferido. Presentes? Amava receber itens de uma papelaria muito mais até que uma boneca. Eu me lembro desta felicidade e dos meus olhos de criança que brilhavam diante de tudo isto.

Em casa eu gostava de brincar de loja e lá estavam os meus papéis como se fossem uma verdadeira papelaria. Eram papéis e lápis de todas as cores... rosa, azul, dourado, prata, verde e assim por diante. Na minha fantasia a loja se chamava “Lápis de Cor”. Eu era a dona. Meus irmãos eram os consumidores. O meu sonho começou aí brincando de ser dona de uma papelaria.

A preferência por papéis cresceu comigo e isto a cada dia ficava mais evidente e distinto ao colecionar papéis de varias cores e tipos. Ah... os papéis de carta. Quem nunca teve um álbum para colecioná-los... Era tudo que eu mais gostava: papéis!

O meu sonho começou aí.

O tempo passou...me formei em Ciências Econômicas e fiz pós-graduação em Gestão de Negócios na FIA-USP e, com esta experiência trabalhei no mercado financeiro durante anos. Mas a minha ficção por papéis continuou... não por papéis de ações, debêntures ou coisa semelhante, mas por papéis simples capazes de fazer criar e recriar. Eram estes os meus papéis preferidos e que não saiam do meu pensamento.

Sou mesmo uma obcecada por papelaria. Entro e admiro todas e por lá fico horas sem me aborrecer. Sou mesmo uma fanática por papéis. Tenho em minhas gavetas uma quantidade enorme de canetas, lápis, blocos e papéis trazidos de vários lugares e países por onde morei e viajo.

Até que um dia já casada e me tornando mãe optei em educar os meus filhos e não mais trabalhar. E fiquei a pensar um destino para os meus papéis. Tentei esquecê-los, mas eles, os meus papéis queridos não saiam do meu pensamento.

Resolvi então, em 2014, iniciar um negocio próprio que pudesse conciliar filhos, marido e casa, e que estivesse também aliado ao meu sonho de criança. E tudo começou assim.

Já bastante cansada de comprar cartões padronizados prontos, resolvi eu mesma fazer uns cartões infantis com detalhes criados pela minha imaginação para acompanhar presentes de aniversário de filhos de amigas. E deu certo. Os cartões encantaram. E assim, deste jeito tão amoroso nasceu a Papel com Laços. Os laços foram se fazendo.... Era uma vez uma amiga cuja filha ganhou um cartão que de tão lindo mostrou para uma amiga que encomendou e também indicou a uma outra amiga....

E hoje me sinto uma criança adulta que ainda ama papéis e que por isso mesmo idealizou e criou a Papelaria Fina Personalizada Papel com Laços. Até hoje brinco com os meus papéis e me sinto feliz e realizada a cada cartão confeccionado com muito amor. E posso dizer com orgulho e agradecida a Deus, que sou sim, dona de uma papelaria.

A Papel com Laços vem ganhando prestígio pela sua originalidade e identidade pessoal, pela sua arte, qualidade e beleza natural.

Me inspiro para confeccionar meus cartões em tudo que está a meu redor até mesmo os desenhos de minha filha de 7 anos e de suas amiguinhas.

Escuto o que o meu cliente tem em mente. Procuro entender o seu sentimento e só então dou a minha opinião se necessário. Cada cliente é único. Cada cartão é único.

A proposta é agradar o meu cliente confeccionando cartões personalizados e únicos no mercado com o objetivo de encantar e emocionar a quem os recebe.

Mas o bacana de tudo isto é que, em cada cartão que faço primo pela arte de surpreender. E isto me faz muito feliz quando vejo retorno daquilo que faço pelos elogios recebidos. Percebo que os meus cartões são um resgate à tradição, à elegância, à necessidade e à alegria de receber mensagens escritas a próprio punho com o coração, em um tempo marcado por tanta tecnologia.

Em cada cartão está o afeto de quem oferece com requinte e carinho.

Em cada cartão está a alegria de quem recebe.

Maria Paula Franco

Agosto/2016